quarta-feira, 31 de julho de 2013

Santo Inácio de Loyola 31/07



Iñigo Lopez de Loyola, este era o seu nome de batismo, nasceu numa família cristã, nobre e muito rica, na cidade de Azpeitia, da província basca de Guipuzcoa, na Espanha, no ano de 1491. O mais novo de treze filhos, foi educado, com todo cuidado, para tornar-se um perfeito fidalgo. Cresceu apreciando os luxos da corte, praticando esportes, principalmente os eqüestres, seus preferidos.

Em 1506, a família Lopez de Loyola estava a serviço de João Velásquez de Cuellar, tesoureiro do reino de Castela, do qual era aparentada. No ano seguinte, Iñigo tornou-se pagem e cortesão no castelo desse senhor. Lá, aprimorou sua cultura, fez-se um exímio cavaleiro e tomou gosto pelas aventuras militares. Era um homem que valorizava mais o orgulho do que a luxúria.

Dez anos depois, em 1517, optou pela carreira militar. Por isso foi prestar serviços a um outro parente, não menos importante, o duque de Najera e vice-rei de Navarra, o qual defendeu em várias batalhas, militares e diplomáticas.

Mas, em 20 de maio de 1521, uma bala de canhão mudou sua vida. Ferido por ela na tíbia da perna esquerda, durante a defesa da cidade de Pamplona, ficou um longo tempo em convalescença. Nesse meio tempo, meio por acaso, trocou a leitura dos romances de infantaria e guerra, por livros sobre a vida dos santos e a Paixão de Cristo. E assim foi tocado pela graça. Incentivado por uma de suas irmãs, que cuidava dele, não voltou mais aos livros que antes adorava, passando a ler somente livros religiosos. Já curado, trocou a vida de militar por uma vida de dedicação a Deus. Foi, então, à capela do santuário de Nossa Senhora de Montserrat, pendurou sua espada no altar e deu as costas ao mundo da corte e das pompas.

Durante um ano, de 1522 a 1523, viveu retirado numa caverna em Manresa, como eremita e mendigo, o tempo todo em penitência, na solidão e passando as mais duras necessidades. Lá, durante esse período, preparou a base do seu livro mais importante: "Exercícios espirituais". E sua vida mudou tanto que do campo de batalhas passou a transitar no campo das idéias, indo estudar filosofia e teologia em Paris e Veneza.

Em Paris, em 15 de agosto de 1534, juntaram-se a ele mais seis companheiros, e fundaram a Companhia de Jesus. Entre eles estava Francisco Xavier, que se tornou um dos maiores missionários da Ordem e também santo da Igreja. Mas todos só se ordenaram sacerdotes em 1537, quando concluíram os estudos, ocasião em que Iñigo tomou o nome de Inácio. Três anos depois, o papa Paulo III aprovou a nova Ordem e Inácio de Loyola foi escolhido para o cargo de superior-geral.

Ele preparou e enviou os missionários jesuítas ao mundo todo, para fixarem o cristianismo, especialmente aos nativos pagãos das terras do novo continente. Entretanto, desde que esteve no cargo de geral da Ordem, Inácio nunca gozou de boa saúde. Muito debilitado, morreu no dia 31 de julho de 1556, em Roma, na Itália.

A sua contribuição para a Igreja e para a humanidade foi a sua visão do catolicismo, que veio de sua incessante busca interior e que resultou em definições e obras cada vez mais atuais e presentes nos nossos dias. Foi canonizado pelo papa Gregório XV em 1622. A sua festa é celebrada, na data de sua morte, nos quatro cantos do planeta onde os jesuítas atuam. Santo Inácio de Loyola foi declarado Padroeiro de Todos os Retiros Espirituais pelo papa Pio XI em 1922.

Santo Inácio de Loyola,rogai por nós!

segunda-feira, 29 de julho de 2013

29 DE JULHO - Santa Marta, Virgem (+ séc. I)

Era irmã de São Lázaro e de Santa Maria Madalena, e recebeu mais de uma vez a visita de Nosso Senhor em sua casa, esforçando-se por atendê-Lo com o máximo zelo. É por isso honrada como padroeira das cozinheiras e das donas de casa. Segundo antiga tradição, foi com seus irmãos para o sul da França, onde faleceu.


sexta-feira, 26 de julho de 2013

BENEDICTUS (Lc.1-68,79)



"Bendito seja o senhor Deus de Israel,
que, a seu povo, visitou e libertou,
a fazer surgir um poderoso Salvador,
na casa de Deis, seu servidor.

Como falara pela boca de seus santos,
os profetas desde os tempos mais antigos;
para salvar-nos do poder dos inimigos e
das mãos de todos quantos nos odeiam;

Assim, mostrou misericórdia a nossos pais,
a recordar Sua Santa Aliança e
o juramento a Abraão, o nosso pai,
de conceder-nos que, libertos do inimigo,
sivamo-Lhe sem temor.
Em santidade e justiça diante Dele,
enquanto perdurarem nossos dias.

Serás profesta do Altíssimo, ó menino,
pois irás andando a frente do Senhor,
para preparar, a aplainar Seus caminhos,
anunciando a seu povo a salvação,
que está na remissão de seus pecados.

Pelo amor do coração de nosso Deus,
o sol nascente que nos veio visitar;
lá do alto, como luz resplandecente,
a iluminar quantos jazem dentre as trevas e,
na sombra da morte, estão sentados,
para, no caminho da paz, guiar nossos passos.

Glória ao Pai; ao Filho e ao Santo Espírito.
Como era no princípio, agora e sempre. Amém!"

26 de julho: Santa Ana, Mãe da Santíssima Virgem Maria, rogai por nós!


segunda-feira, 22 de julho de 2013

A presença de Deus em nossa vida! - Por Frei Tiago de São José.



"Muitas vezes as pessoas falam que Deus está sempre perto de nós, e isto é verdade, porém devemos entender que existem diversos tipos de presença de Deus, uma coisa é Deus estar perto enquanto Ele mantém a existência das coisas que Ele mesmo criou, mas para que Ele esteja realmente perto de nós no sentido espiritual, que possa nos dar a entender que Ele está tendo uma comunhão de vida conosco, devemos convidar, abrir o nosso coração e PEDIR para que Ele VENHA! Porque enquanto o demônio tem essa capacidade de invadir a nossa vida, pode entrar sem ser convidado e fazer perturbação, Deus não, Ele precisa que você convide, abra a porta e diga “Senhor fica comigo, Senhor vem até mim, fica na minha casa, no meu ambiente de trabalho”, Deus tem tanto respeito a nossa própria vontade, a pesar de sermos criados por Ele e não sermos nada sem Ele, Ele respeita as nossas vontades e as nossas decisões. Eu tenho que dizer em cada momento do dia, para que Ele permaneça e faça morada no meio de nós, é assim que devemos estar com Deus. Por isso a oração serve para AGORA! E amanhã rezar de novo, e a noite de novo, e assim por diante porque cada momento nos apresenta uma ocasião de pedir e receber a benção de Deus. Então é nesse sentido que devemos entender a importância da oração. REZAR SEMPRE, REZAR COM AMOR, REZAR COMO ALGUÉM QUE SE LEMBRA DE UMA PESSOA AMADA E A QUER POR PERTO, ASSIM DEVEMOS ESTAR COM DEUS!!!" - Por Frei Tiago de São José, Programa "A Hora da Misericórdia" rádio Luz, 22.07.13

domingo, 21 de julho de 2013

Confiemos em nosso pai Elias!!!!!

“Quando Acab contou a Jezabel tudo o que fizera Elias, e como ele passara ao fio da espada todos os profetas de Baal, a rainha mandou um mensageiro a Elias para dizer-lhe: Que os deuses me tratem com o último rigor, se amanhã, a esta mesma hora, eu não fizer de tua vida o que fizeste da deles. Elias teve medo, e partiu para salvar a sua vida. Chegando a Bersabéia, em Judá, deixou ali o seu servo, e andou pelo deserto um dia de caminho. Sentou-se debaixo de um junípero e desejou a morte: Basta, Senhor, disse ele; tirai-me a vida, porque não sou melhor do que meus pais. Deitou-se por terra, e adormeceu debaixo do junípero. Mas eis que um anjo tocou-o, e disse: Levanta-te e come. Elias olhou e viu junto à sua cabeça um pão cozido debaixo da cinza, e um vaso de água. Comeu, bebeu e tornou a dormir. Veio o anjo do Senhor uma segunda. vez, tocou-o e disse: Levanta-te e come, porque tens um longo caminho a percorrer. Elias levantou-se, comeu e bebeu e, com o vigor daquela comida, andou quarenta dias e quarenta noites, até Horeb, a montanha de Deus.” – I Reis 19; 1-8



Elias desanimou depois de enfrentar o rei Acab e os profetas falsos,teve medo da ameaça de Jezabel e fugiu para o deserto, pedindo que Deus tirasse a sua vida. Podemos junto com nosso pai Elias aprender que devemos sempre estar olhando para o Autor e Consumador da nossa fé, Jesus. Até porque se olharmos para as circunstâncias, certamente iremos nos desanimar. Deus, porém veio ajudar o seu Servo fiel, mas não mandou corvos e nem uma viúva, mas um Anjo do Senhor e por DUAS vezes. Deus despertou a Elias, querendo ter comunhão plena com ele. Conosco ocorre o mesmo, se quisermos estar em comunhão com Deus basta despertar desse sono e se abrir a Deus.
Elias acordou, comeu e se fortaleceu. Andando por 40 dias e 40 noites até chegar em Horeb, o monte de Deus. Quarenta é o símbolo de provação, um caminho longo e difícil. Levantar sempre foi mais difícil do que cair. O caminho é difícil, mas Deus está conosco! Alimentando-nos na comunhão, e nos dando força a todo o momento.
Vamos sempre lembrar do nosso Pai Elias, para que possamos seguir com fé e esperança no Senhor. Afinal, Deus é poderoso e pode prover plenamente para todas nossas necessidades.E em primeiro lugar devemos estar dispostos a nos separar do mundo e do pecado, para seguir a Deus somente, na certeza de que  Ele vai nos sustentar ali mesmo, sem a  necessidade de recorrermos ao mundo humano. E mesmo quando a situação parece difícil, mesmo quando a torrente secar e pensamos estar sozinhos, vamos lembrar que Ele é fiel, e se permanecermos fiéis a Ele teremos sustento. E finalmente, até quando nós somos infiéis Ele permanece fiel querendo sempre restaurar a nossa comunhão, e nos alimentar!


“Provai e vede como o Senhor é bom. Feliz o homem que se refugia junto Dele. Reverenciai o Senhor, vós, seus fiéis, porque nada falta àqueles que o temem.”- Salmos 33-9-10

sexta-feira, 19 de julho de 2013

20.07 SOLENIDADE DE SANTO ELIAS, NOSSO PAI!!!!

“Passado algum tempo, secou-se a torrente, porque não chovia mais na terra. Então o Senhor disse-lhe: Vai para Sarepta de Sidon e fixa-te ali: ordenei a uma viúva desse lugar que te sustente. Elias pôs-se a caminho para Sarepta. Chegando à porta da cidade, viu uma viúva que ajuntava lenha. Chamou-a e disse-lhe: Por favor, vai buscar-me um pouco de água numa vasilha para que eu beba. E indo ela buscar-lhe a água, gritou-lhe Elias: Traze-me também um pedaço de pão. Pela vida de Deus, respondeu a mulher, não tenho pão cozido: só tenho um punhado de farinha na panela e um pouco de óleo na ânfora; estava justamente apanhando dois pedaços de lenha para preparar esse resto para mim e meu filho, a fim de o comermos, e depois morrermos. Elias replicou: Não temas; volta e faze como disseste; mas prepara-me antes com isso um pãozinho, e traze-mo; depois prepararás o resto para ti e teu filho. Porque eis o que diz o Senhor, Deus de Israel: a farinha que está na panela não se acabará, e a ânfora de azeite não se esvaziará, até o dia em que o Senhor fizer chover sobre a face da terra. A mulher foi e fez o que disse Elias. Durante muito tempo ela teve o que comer, e a sua casa, e Elias. A farinha não se acabou na panela nem se esgotou o óleo da ânfora, como o Senhor o tinha dito pela boca de Elias. Algum tempo depois, o filho desta mulher, dona da casa, adoeceu, e seu mal era tão grave que já não respirava.A mulher disse a Elias: Que há entre nós dois, homem de Deus? Vieste, pois, à minha casa para lembrar-me os meus pecados e matar o meu filho? Dá-me o teu filho, respondeu-lhe Elias. Ele tomou-o dos braços de sua mãe e levou-o ao quarto de cima onde dormia e deitou-o em seu leito. Em seguida, orou ao Senhor, dizendo: Senhor, meu Deus, até a uma viúva, que me hospeda, quereis afligir, matando-lhe o filho? Estendeu-se em seguida sobre o menino por três vezes, invocando de novo o Senhor: Senhor, meu Deus, rogo-vos que a alma deste menino volte a ele. O Senhor ouviu a oração de Elias: a alma do menino voltou a ele, e ele recuperou a vida. Elias tomou o menino, desceu do quarto superior ao interior da casa e entregou-o à mãe, dizendo: Vê: teu filho vive. A mulher exclamou: Agora vejo que és um homem de Deus e que a palavra de Deus está verdadeiramente em teus lábios.” – I Reis 17; 7-24




Deus, juntamente com a provação, já provê livramento, de maneira que possamos suportar. Deus poderia sim ter feito com que a fonte não secasse, mas Ele queria fortalecer a fé do seu Servo e mostrar que mesmo nas adversidades todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus. O Senhor quis ensiná-lo a não desanimar com as circunstâncias, mas confiar no Senhor para o seu sustento! Muitas vezes, é necessário, tendo fé no que Deus nos prometeu, não hesitarmos em deixar o lugar onde estamos se Deus nos chama em outro lugar (seja um local físico, uma posição, um cargo, um relacionamento, etc..). Sidom poderia parecer menos desejável do que Querite, ou mesmo uma viúva que pareci não poder ser capaz de sustentar Elias, mas Elias simplesmente obedeceu a Deus. Será que às vezes nós não insistimos em permanecer junto à torrente que está secando, quando Deus nos quer sustentar mais à frente???? Quando as situações pioram, nos desesperamos ou buscamos a Deus? Será que chorar e entristecer não são uma insistência ou apego humano em algo que no momento Deus quer que desapeguemos para podermos crescer??? Se estivermos firmes na oração, e junto a Deus, não deixando que as ocasiões nos derrubem, nem nos prendendo àquilo que é do mundo, o Senhor irá nos sustentar! Ele sabe o que é melhor para nós. Mesmo sendo humanos demais para entender porque a torrente está secando, e porque as situações parecem complicar, ou mesmo não entendemos às vezes os problemas que devemos enfrentar, sabemos que o nosso Deus está no controle de TUDO. Por mais escuro que se torne a Noite, confie Nele, pois o dia há de clarear novamente!

quinta-feira, 18 de julho de 2013

20.07 - SANTO ELIAS, NOSSO PAI!

“Elias, o tesbita, um habitante de Galaad, veio dizer a Acab: Pela vida do Senhor, Deus de Israel, a quem sirvo, não haverá nestes anos orvalho nem chuva, senão quando eu o disser. Em seguida, a palavra do Senhor foi-lhe dirigida nestes termos: Vai-te daqui; retira-te para as bandas do oriente e vai esconder-te na torrente de Carit, que está defronte do Jordão. Beberás da torrente, e ordenei aos corvos que te alimentem. Elias partiu, pois, segundo a palavra do Senhor, e estabeleceu-se junto à torrente de Carit, defronte do Jordão. Os corvos traziam-lhe pão e carne, pela manhã e pela tarde, e ele bebia a água da torrente.” I Reis 17; 1-6.



Foi aí que Elias começou a testemunhar. No momento em que o povo idolatrava o seus ídolos, quando a cidade que Deus amaldiçoara estava sendo reconstruída e Elias “enfrentou” Acab e todo esse pecado. Logo, Deus vendo a sua fidelidade disse: “Vai-te daqui; retira-te para as bandas do oriente e vai esconder-te na torrente de Carit, que está defronte do Jordão.Beberás da torrente; dei ordens aos corvos que te alimentem.” Deus não queria um profeta preso àquele sistema religioso idólatra, mas um servo que estivesse disposto a partir para um lugar de separação. E ali Deus lhe providenciaria alimento para sobrevivência! E assim Deus ainda nos chama: Ele nos diz: “Retirai-vos do meio deles, separai-vos, diz o Senhor; não toqueis em coisas impuras, e Eu vos receberei” (II Coríntios 6:17-18). Desapeguemos das coisas do mundo, vamos nos separar do mundo para podermos nos unir com Deus. Tenha fé, assim como Elias teve fé e deixou a Samaria e foi para a separação e assim Deus o sustentou com água e comida. Mas para isso precisamos CONFIAR plenamente em nosso Senhor, nos entregar em Suas mãos e seremos alimentados.

terça-feira, 16 de julho de 2013

Nossa Senhora do Monte Carmelo, ora pro nobis!

A Mãe e Rainha do Carmelo, com seus filhos santos.
Quem usa o Escapulário de Nossa Senhora do Carmo, participa de todas as bênçãos do Carmelo.
Vemos Nossa Senhora dando o seu manto, o Escapulário ,para são Simão Stock!


SOLENIDADE DE NOSSA SENHORA DO CARMO, MÃE DO CARMELO, NOSSA MÃE!!!



Dois são os privilégios da irmandade do escapulário, privilégios deveras extraordinários, que mereceram à instituição tão grande simpatia por parte do povo cristão. O primeiro desses privilégios Maria Santíssima frisou-o bem, quando, no ato da entrega do escapulário disse ao seu servo São Simão Stock: “É este o sinal do privilégio, que alcancei para ti e para todos os filhos do Carmelo. Todos aqueles que estiverem revestidos com este hábito, ver-se-ão salvos do fogo do inferno”O sentido desse privilégio é este: Maria Santíssima prometem a todos os que usam o hábito do Carmo, sua proteção especial, principalmente na hora da morte, que decide a história da humanidade. O pecador, portanto, por mais miserável que seja, pondo a confiança em Maria Santíssima e vestindo seu hábito, tendo aliás a intenção firme de sair do estado do pecado, pode seguramente contar com o auxílio de Nossa Senhora, a qual lhe alcançará a graça da conversão e da perseverança. O escapulário não é um amuleto que assegure, sob qualquer hipótese, a salvação de quem o usar. Contam-se milhares as conversões de pecadores na hora da morte, atribuídas unicamente ao escapulário de Nossa Senhora do Carmo; muitos também são os casos que mostram à evidência, que privilégio nenhum favorece a quem, de maneira nenhuma, se quer separar do pecado elevar uma vida digna e cristã. Santo Agostinho diz a verdade, quando ensina: “Deus, que nos criou sem nossa cooperação, não nos pode salvar sem que o queiramos e desejemos”. Quem não quer deixar de ofender a Deus, morrerá na impenitência; e se Maria Santíssima não ver a possibilidade alguma de arrancar a alma do pecador aos vícios e paixões, fará com que na hora da morte, por uma casualidade qualquer, não se encontre o hábito salvador, o que se tem dado muitas vezes.

O Segundo privilégio é o tal chamado “privilégio sabatino”. Um decreto da Santa Inquisição romana, datado de 20 de janeiro de 1613, dá aos sacerdotes da Ordem Carmelitana autorização para pregar a seguinte doutrina: “O povo cristão pode crer no auxílio que experimentarão as almas dos Irmãos e membros da Irmandade de Nossa Senhora do Carmo, auxílio este, segundo o qual todos aqueles que morrerem na graça do Senhor, tendo em vida usado o escapulário, conservado a castidade própria do estado, recitado o Ofício Parvo de Nossa Senhora, ou se não souberem ler, tiverem observado fielmente o jejum eclesiástico, bem como a abstinência nas quartas-feiras e sábados (exceto se a festa de Natal cair num destes dias), serão socorridos por uma proteção extraordinária da Santíssima virgem, no primeiro sábado que se lhe seguirao trânsito, por ser sábado o dia da semana consagrado a Nossa Senhora (Bula sabatina de João XXII.3, III 1322)


segunda-feira, 15 de julho de 2013

Oitavo Dia Novena de Nossa Senhora do Carmo...

“Naqueles dias, Maria se levantou e foi às pressas às montanhas, a uma cidade de Judá. Entrou em casa de Zacarias e saudou Isabel. Ora, apenas Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança estremeceu no seu seio; e Isabel ficou cheia do Espírito Santo. E exclamou em alta voz: Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre. Donde me vem esta honra de vir a mim a mãe de meu Senhor? Pois assim que a voz de tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança estremeceu de alegria no meu seio. Bem-aventurada és tu que creste, pois se hão de cumprir as coisas que da parte do Senhor te foram ditas! E Maria disse: Minha alma glorifica ao Senhor, meu espírito exulta de alegria em Deus, meu Salvador.” Lucas 1; 39-47



Encontramos a ternura e o amor de Deus no rosto de Maria. Nela vem refletida a mensagem essencial do Evangelho. Nossa Mãe querida.
Deus Pai entregou a Maria a sublime tarefa de ser mãe de Jesus, Seu Filho, porém, ela não ficou somente na glória de ser mãe de Deus, mas se fez serva, intercessora e auxiliadora dos filhos de Deus. Maria começou a sua missão de mãe da humanidade, quando foi visitar Santa Isabel e lhe ofereceu seus préstimos e seus cuidados. Cheia do Espírito Santo, plena da força e do poder de Deus Maria foi à busca de sua prima Izabel aquela de quem o anjo também lhe havia falado. Ao encontra-la Maria fez manifestou o Espírito Santo e Isabel, a mãe de João Batista, cheia de contentamento saudou a Mãe de Jesus. O Espírito Santo é Aquele que nos leva a louvar a Deus e a manifestar gratidão pelos Seus grandes feitos na nossa vida. Maria foi chamada a Bem-aventurada, feliz, porque o Espírito Santo a plenificou com a Sua graça. Quando estamos cheios do Espírito Santo nós também ficamos como Maria, plenos da graça de Deus e somos bem aventurados. Assim como foi a portadora do Espírito Santo para sua prima Isabel e o seu filho João , Maria hoje, também nos visita e traz para nós o Seu Menino Jesus, cheio do Espírito Santo que nos ensina a abrir os lábios para cantar, louvar e bendizer a Deus com alegria.
Louvemos a Deus de todo nosso coração, do toda nossa alma.
Amém!

Ave Maria...

domingo, 14 de julho de 2013

Sétimo Dia Novena de Nossa Senhora do Monte Carmelo!

"Seus pais iam todos os anos a Jerusalém para a festa da Páscoa. Tendo ele atingido doze anos, subiram a Jerusalém, segundo o costume da festa. Acabados os dias da festa, quando voltavam, ficou o menino Jesus em Jerusalém, sem que os seus pais o percebessem. Pensando que ele estivesse com os seus companheiros de comitiva, andaram caminho de um dia e o buscaram entre os parentes e conhecidos. Mas não o encontrando, voltaram a Jerusalém, à procura dele. Três dias depois o acharam no templo, sentado no meio dos doutores, ouvindo-os e interrogando-os. Todos os que o ouviam estavam maravilhados da sabedoria de suas respostas. Quando eles o viram, ficaram admirados. E sua mãe disse-lhe: Meu filho, que nos fizeste?! Eis que teu pai e eu andávamos à tua procura, cheios de aflição. Respondeu-lhes ele: Por que me procuráveis? Não sabíeis que devo ocupar-me das coisas de meu Pai? Eles, porém, não compreenderam o que ele lhes dissera. Em seguida, desceu com eles a Nazaré e lhes era submisso. Sua mãe guardava todas estas coisas no seu coração.” – Lucas 2; 41-51


Esta união de Maria com o Filho manifesta-se desde o momento em que Jesus é concebido à Mãe de Deus, que cheia de alegria mostrou aos pastores e aos magos o seu filho primogênito, que consagrou a sua integridade virginal. E também ao apresentá-lo no templo ao Senhor, ofereceu o resgate dos pobres e ouviu Simeão profetizar que seu filho havia de ser um sinal de contradição e que uma espada atravessaria a alma da Mãe(Lucas 2; 34-35). O menino Jesus perdido, e com tanta dor procurado, Maria e José o encontraram no templo, ocupado das coisas de seu Pai; não entenderam a resposta que lhes deu; a Mãe porém guardava em seu coração e meditava sobre todas essas coisas (Lucas 2; 41-51).
Assim entendemos que Maria é o CAMINHO para encontrarmos Jesus. O coração físico de Maria é o símbolo do AMOR. O coração Imaculado de Maria, é a expressão de seus sentimentos, afetos e de seu amor a Deus, a seu Filho e à todas as pessoas que lhe foram confiadas por Jesus agonizante na cruz.
Passemos a partir de agora a olhar como Maria, com um olhar que busca a vontade do Senhor, que busca O SENHOR, busca constante até o encontrar. E para isso é preciso o AMOR. AMAR COMO MARIA! SE ENTREGAR COMO MARIA! CONFIAR COMO MARIA!
Tudo com Jesus, Nada sem Maria!!!
Amém!


Ave Maria...

sábado, 13 de julho de 2013

JULHO: MÊS DE NOSSA SENHORA!!!!


Sexto Dia da Novena de Nossa Senhora do Carmo.

“Magnificat anima mea Dominum
Et exultavit spiritus meus in Deo salutari meo.
Quia respexit humilitatem ancillæ suæ: ecce enim ex hoc beatam me dicent omnes generationes.
Quia fecit mihi magna qui potens est, et sanctum nomen eius.
Et misericordia eius a progenie in progenies timentibus eum.
Fecit potentiam in brachio suo, dispersit superbos mente cordis sui.
Deposuit potentes de sede et exaltavit humiles.
Esurientes implevit bonis et divites dimisit inanes,
Suscepit Israel puerum suum recordatus misericordiæ suæ,
Sicut locutus est ad patres nostros, Abraham et semini eius in sæcula.




As palavras do Anjo Gabriel na Anunciação ressoavam poderosamente no coração da Virgem, em primeiro lugar, pela ação singular da graça especialíssima que anunciava, mas também porque no coração de Maria estavam guardadas palavras e promessas nas quais confiava e esperava. A estas palavras uniram-se a evidência do milagre em Isabel e sua saudação inspirada, e todo o ser de Maria explodiu na profunda alegria da certeza de que, dentre o povo separado para Deus, dentre aqueles que eram sua propriedade particular, ela, em especial, havia sido escolhida para o maior dos privilégios que qualquer homem jamais poderá experimentar, sem que tivesse sequer sonhado com isso:

"Minha alma glorifica ao Senhor, meu espirito exulta de alegria em Deus, meu Salvador," 
A alegria de Maria vem de Deus e para Ele remete todo o seu ser virginal. Deus é a razão e a referência última de sua alegria. Ela se alegra e exulta em Deus, por causa de Deus e para glória de Deus, por causa de Deus e para a glória de Deus. Maria sabe bem que foi escolhida gratuitamente, por pura misericórdia daquele cujos desígnios são absolutamente livres. É então a Ele que sua alma e espírito glorificam e Nele que exultam em entrega absoluta movida pelo reconhecimento de sua bondade incomparável e pela gratidão de quem se sabe gratuitamente eleita.

"Porque olhou para sua pobre serva". 

Serva. Aquela que vive para fazer a vontade do seu Senhor. Aquela que vê no cumprimento da Sua vontade soberana o único sentido de sua existência. Aquela que jamais sequer cogitaria em viver fora Dele e para outra pessoa a não ser para Ele. 
Colocar-se como serva do Senhor é parte essencial de toda a espiritualidade de Nossa Senhora; é a sua maneira de relacionar-se com Deus, de Ter a sua vontade unida à Dele em toda circunstância; é a razão de sua participação na missão redentora de Jesus, o eterno e primeiro Servo. Ser servo é dizer "sim" não só a Jesus, mas com Jesus, dizer "sim" ao Pai. É aceitar percorrer com Jesus o caminho de salvação, paixão, morte e ressurreição por amor ao Pai e para que se cumpra a Sua vontade no coração dos homens. Ser servo é "colocar-se no meio", com Jesus e em Jesus, sendo mediador entre Deus e a humanidade. Ser servo é deixar que o Espírito inflame de amor nosso coração em caridade, cada vez mais ardente, para com Deus e para com os homens a quem Ele ama. E essa Foi Maria, uma grande Serva! 
Que Nossa Senhora nos ajude a ser seus imitadores, que saibamos ouvir e cumprir a vontade do Pai em Nossa Vida.
- Nossa Senhora do Monte Carmelo!!
- Rogai por nós!

Ave Maria...

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Quinto Dia Novena a Nossa Senhora do Monte Carmelo! Por Frei Tiago de São José.

Vamos pedir a Mãe de Deus, nossa querida Mãe do Carmelo, que atenda os nossos pedidos, e ouça as nossas orações e nos ajude também a preparar de uma forma digna para a celebração da sua festa.

“Porei ódio entre ti e a mulher, entre a tua descendência e a dela. Esta te ferirá a cabeça, e tu ferirás o calcanhar.?” – Gênesis 3; 15


A serpente recebeu essa palavra da boca de Deus depois de ter levado o primeiro homem e a primeira mulher a negarem esse pacto de amor que tinham com o seu Deus. Toda a história da nossa salvação está ligada a fidelidade e o amor. A primeira mulher tinha acabado de ser o instrumento que o demônio usou a levar o homem a revolta contra Deus, portanto agora nós temos uma outra mulher que Deus escolhe, porque Deus não vai ficar sem essa ajuda, essa pessoa que Ele precisa para ajudar na salvação do mundo. Uma vez que Eva não foi capaz de confirmar esse SIM, Maria entrou na história desde esse primeiro momento, predestina a ser uma mulher que corresponde à vontade de Deus.
“Ó Maria, Deus colocou uma inimizade entre vós e a serpente, e essa inimizade está confirmada pela Palavra da Escritura. Que vos dá direito de se chamar A Mulher por excelência, a mulher fiel, a mulher onde Deus vai depositar a sua confiança. Vós sois incapaz de negar o seu Senhor, Ajudai - nos também a dizer o nosso SIM, a confiar nossa fidelidade pelo serviço e pela gloria de Deus sempre, mesmo que as coisas não sejam como desejamos, Vós nos ajudais a seguir um caminho reto que nos conduz à salvação, queremos ser a vossa descendência que é inimiga da descendência da mulher, queremos convosco esmagar a cabeça da serpente que está tentando destruir nossos caminhos, ajudai - nos ó Maria, a viver a proposta do Evangelho de Jesus com fidelidade e amor, como vós mesma viveste e aceitaste até o fim, mesmo no momento do calvário.
Bendita seja ó mãe pelo vosso SIM perfeito e eterno!"


Ave Maria...

Nossa Senhora do Monte Carmelo, Ora pro Nobis!!!


quinta-feira, 11 de julho de 2013

11 de julho: Dia de São Bento.


11.07 SÃO BENTO!


Quarto Dia Novena a Nossa Senhora do Monte Carmelo! Por Frei Tiago de São José.

“Quando Jesus viu sua mãe e perto dela o discípulo que amava, disse à sua mãe: Mulher, eis aí teu filho. Depois disse ao discípulo: Eis aí tua mãe. E dessa hora em diante o discípulo a levou para a sua casa.”- João 19; 26-27


            Maria aos pés da Cruz recebe de Jesus estas palavras e está junto a nós a nossa Cruz, que é a Cruz de Cristo. Mesmo antes de nascermos nossos pecados morreram na Cruz junto com Cristo.
 Maria aos pés da Cruz nos aceita como verdadeira Mãe, como seus filhos queridos e sabe que nós precisamos Dela. Jesus que já sem forças na Cruz quase morto, precisa ainda procurar forças para estas palavras e dizer que Ela é a Nossa Mãe.



Ave Maria...

quarta-feira, 10 de julho de 2013

Terceiro Dia Novena a Nossa Senhora do Monte Carmelo! Por Frei Tiago de São José.

A beleza do Carmelo e todos verão a honra de nosso Deus e dizei aos que estão em desanimo. Ele vem mesmo para salvar.


“O deserto e a terra árida regozijar-se-ão. A estepe vai alegrar-se e florir. Como o lírio ela florirá, exultará de júbilo e gritará de alegria. A glória do Líbano lhe será dada, o esplendor do Carmelo e de Saron; será vista a glória do Senhor e a magnificência do nosso Deus. Fortificai as mãos desfalecidas, robustecei os joelhos vacilantes. Dizei àqueles que têm o coração perturbado: Tomai ânimo, não temais! Eis o vosso Deus! Ele vem executar a vingança. Eis que chega a retribuição de Deus: ele mesmo vem salvar-vos. Então se abrirão os olhos do cego. E se desimpedirão os ouvidos dos surdos; então o coxo saltará como um cervo, e a língua do mudo dará gritos alegres. Porque águas jorrarão no deserto e torrentes, na estepe. A terra queimada se converterá num lago, e a região da sede, em fontes. No covil dos chacais crescerão caniços e papiros. E haverá uma vereda pura, que se chamará o caminho santo; nenhum ser impuro passará por ele, e os insensatos não rondarão por ali. Nele não se encontrará leão, nenhum animal feroz transitará por ele; mas por ali caminharão os remidos, por ali voltarão aqueles que o Senhor tiver libertado. Eles chegarão a Sião com cânticos de triunfo, e uma alegria eterna coroará sua cabeça; a alegria e o gozo possuí-los-ão; a tristeza e os queixumes fugirão.” – Isaías 35


Ave-Maria...


Bendita seja a Mãe do Carmo!!!

FLOS CARMELI!


" Ave Stella matutina,
Peccatorum medicina,
Mundi Princeps et regina.
Virgo, sola digna dici,
Contra tela Inimici
Clypeum pone salutis
Tuae titulum virtutis,
Tu es enim virga Jesse,
In qua Deus fecit esse
Aaron amygdalum,
Mundi tollens scandalum.
Tu es area compluta
Coelesti rore imbuta,
Sicco tamen vellere,
Tu nos in hoc carcere
Solare propitia,
Dei plena gratia.
O Sponsa Dei Electa,
Esto nobis via recta
Ad aeterna gaudia,
Ubi pax est et gloria.
Tu nos semper aure pia
Dulcis axaudi Maria."

- Ora pro nobis sancta Dei Genitrix.
R: Ut digni efficiamur promissionibus Christi.

terça-feira, 9 de julho de 2013

Segundo Dia Novena a Nossa Senhora do Monte Carmelo! Por Frei Tiago de São José.

Nossa Senhora do Carmo! É ela a nossa mãe, a nossa padroeira, é ela a Virgem figura da Igreja. Que apareceu no céu em forma de uma nuvem.


“Então Elias disse a Acab: Vai, come e bebe, porque já ouço o ruído de uma grande chuva. Voltou Acab para comer e beber, enquanto Elias subiu ao cimo do monte Carmelo, onde se encurvou por terra, pondo a cabeça entre os joelhos. Disse ao seu servo: Sobe um pouco, e olha para as bandas do mar. Ele subiu, olhou (o horizonte) e disse: Nada. Por sete vezes, Elias disse-lhe: Volta e (olha). Na sétima vez o servo respondeu: Eis que, sobe do mar uma pequena nuvem, do tamanho da palma da mão. Elias disse-lhe: Vai dizer a Acab que prepare o seu carro e desça, para que a chuva não o detenha. Num instante, o céu se cobriu de nuvens negras, soprou o vento e a chuva caiu torrencialmente. Acab subiu ao seu carro e partiu para Jezrael. A mão do Senhor veio sobre Elias, o qual, tendo cingido os rins, passou adiante de Acab e chegou à entrada de Jezrael.” Ireis 18; 41-46



Essa nuvenzinha é Maria, por isso invocada como do Carmo. Esta nuvem trouxe a chuva da salvação. Esta nuvem é Maria, mãe de Deus. Vamos pedir que Nossa Senhora faça derramar esta chuva de bênçãos de salvação.

“Maria, mãe de Deus, Senhora do Carmelo, abençoa agora as nossas vidas, as nossas famílias, e irriga mãe querida a nossa vida. Apresentai as nossas preces a Jesus, e sede solícita a todos os nossos apelos, cobrindo-nos com o Vosso Manto Maternal


Ave Maria...

Meditação das Vésperas!!! 09.07

“(...) Minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo; quando irei contemplar a face de Deus? Minhas lágrimas se converteram em alimento dia e noite, enquanto me repetem sem cessar: “Teu Deus, onde está?(...). Porque te Deprimes, ó minha alma, e te inquietas dentro de mim? ESPERA EM DEUS, porque ainda hei de louvá-lo: ‘Ele é a minha salvação e meu Deus!’. (...) Conceda-me Senhor de dia sua graça; e de noite eu cantarei, louvarei ao Deus de minha vida. Digo a Deus’ Ó meu rochedo, por que me esqueceis?’ Sinto meus ossos se quebrarem quando, em seus insultos meus adversários me repetem todos os dias: ‘Teu Deus, onde está?’. ESPERA EM DEUS, porque ainda hei de louvá-lo; ele é a minha salvação e meu Deus!” – Salmo 41(42).



            Quantas vezes não ouvimos as pessoas perguntar “cadê o seu Deus? Ele não vai te socorrer?”. Mas não se importe, Deus está aqui no meio de nós, CONFIE. Ele tem um propósito em sua vida! “ESPERA EM DEUS”, e Ele não te desampará. Como disse Maria (Magnificat) : “...Derrubou do tronos os poderosos e exaltou os humilhados...” Deus não te abandona! Só a Misericórdia de Deus pode nos conceder os bens que esperamos! Uma vez que somos miseráveis pecadores. Não podemos contar com os nossos méritos, mas contamos com esta Misericórdia infinita que se manifestou na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo

segunda-feira, 8 de julho de 2013

Primeiro Dia Novena a Nossa Senhora do Monte Carmelo! Por Frei Tiago de São José.

“O Senhor me criou, como primícia de suas obras, desde o princípio, antes do começo da terra. Desde a eternidade fui formada, antes de suas obras dos tempos antigos.” – Provérbios 8; 22-23


Esta é Maria, comparada à sabedoria. E nesta passagem nós vemos que antes que Deus firmasse as colunas do universo, Ele já estava planejando a Mãe do seu Filho. A santíssima Virgem Maria. Rezemos agora pedindo a Nossa Senhora sob o titulo do Carmelo que nos conceda proteção em todos os momentos da nossa vida, especialmente a proteção aos que ainda não nasceram, que foram concebidos no ventre de suas mães e ainda não nasceram, para que sejam protegidas das doenças, do aborto e etc. para que eles tenham o direito da vida.
“Santíssima Mãe de Deus, atendei as nossas súplicas nesse primeiro dia da novena e protegei todas as criancinhas, os fetos, dai-lhes ó Mãe querida a oportunidade de viver e receberem a graça de Deus. Apresentai as nossas preces a Jesus, e sede solícita a todos os nossos apelos, cobrindo-nos com o Vosso Manto Maternal, AMÉM!”
Ave Maria...

Mãe Santíssima do Carmo, rogai por nós!


domingo, 7 de julho de 2013

Meditando o Evangelho, JULHO - MÊS DE NOSSA SENHORA DO CARMO!!!



“Naqueles dias, Maria se levantou e foi às pressas às montanhas, a uma cidade de Judá. Entrou em casa de Zacarias e saudou Isabel. Ora, apenas Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança estremeceu no seu seio; e Isabel ficou cheia do Espírito Santo. E exclamou em alta voz: Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre. Donde me vem esta honra de vir a mim a mãe de meu Senhor? Pois assim que a voz de tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança estremeceu de alegria no meu seio. Bem-aventurada és tu que creste, pois se hão de cumprir as coisas que da parte do Senhor te foram ditas! E Maria disse: Minha alma glorifica ao Senhor, meu espírito exulta de alegria em Deus, meu Salvador.” Lucas 1; 39-47

sexta-feira, 5 de julho de 2013

Oração a Nossa Senhora do Carmo !!!


"Nossa Senhora do Carmo que deixastes o Santo Escapulário como sinal do Vosso amor e proteção.

Sois reconhecida como assistência na vida e consoladora amável na hora da morte, eu, vosso filho e devoto, pronto a Vos servir, disposto a Vos amar, me apresento a Vós e nesta Novena faço o meu pedido:

(Peça a graça que você necessita)

Nossa Senhora do Carmo, nunca se ouviu dizer que alguém necessitado, tendo recorrido a Vós, tenha ficado desamparado.

Com confiança, Mãe do Escapulário, intercedei junto ao Vosso Filho Jesus Cristo, por mim, por aqueles por quem devo rezar sempre e por aqueles que se confiam às minhas orações.

Mãe amável, sede-nos propícia e rogai por nós a Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém."

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Santas do Carmelo!!!


JULHO - MÊS DE NOSSA SENHORA DO CARMO!

Ave Maria Filia Dei Patris. (Ave Maria Filha do Pai)
Ave Maria Mater Dei Filii. (Ave Maria Mãe do Filho)
Ave Maria Sponsa Spiritus Sancti. (Ave Maria Esposa do Espírito Santo)


O verbo de Deus foi gerado em Seu ventre. Não pela intervenção humana mas, pela graça do Espírito Santo. Isso aos olhos humanos é impossível mas pela fé tudo é possível. 
Para ser Mãe do verbo de Deus não poderia ser qualquer uma, pois se Maria fosse uma mulher qualquer, qualquer mulher poderia gerar o verbo de Deus, mas o Pai queria uma digna habitação para seu Filho!
“ Então o Senhor Deus disse à serpente: ?Porque fizeste isso, serás maldita entre todos os animais e feras dos campos; andarás de rastos sobre o teu ventre e comerás o pó todos os dias de tua vida. Porei ódio entre ti e a mulher, entre a tua descendência e a dela. Esta te ferirá a cabeça, e tu ferirás o calcanhar.” – Gênesis 3; 14-15.
Maria, bem aventurada. “AVE, CHEIA DE GRAÇA! O SENHOR ESTÁ CONTIGO!” Através Dela o Filho de Deus se fará homem e se fará presente e atuante em seu tempo e por toda a eternidade.

“Bendita és tu entre as mulheres, e bendito o fruto do teu ventre.” – Lucas 1; 42
“ ...feliz porque acreditou” – Lucas 1; 45

Temos a graça de ter Deus como Pai e Maria como mãe, Aquela que esteve ao pé da cruz, onde Jesus nos entregou na pessoa de João:

“Mulier, ecce filius tuus” ( Mulher, esse é seu filho), Deinde dicit discípulo: “Ecce mater tua” ( E disse ao discípulo: “Essa é tua Mãe)

Venerar Maria com todo carinho e devoção porque através Dela temos Jesus que veio nos salvar e entregar o reino de Deus!!! Não é idolatria. Veneramos Maria como MÃE, pois Ela mesmo disse: “Todas as Gerações me chamarão Bem Aventurada!”- Lucas 1;48

Se Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo Amou e honrou Nossa Senhora, quem somos nós para não honrar e a amar aquela que gerou o Salvador?

quarta-feira, 3 de julho de 2013

São Tomé, apóstolo!

Hoje a Igreja celebra a festa litúrgica de São Tomé, Apóstolo. Este simboliza todos os que não creem sem provas. Não estando presente quando a comunidade cristã estava reunida, não acredita no que lhe é relato. O seu encontro com Cristo acontece somente oito dias depois. É quando a comunidade está reunida que ele faz a experiência do encontro com o Senhor.



“Deus todo-poderoso, concedei-nos celebrar com alegria a festa do apóstolo São Tomé, para que sejamos sempre sustentados por sua proteção e tenhamos a vida pela fé no Cristo que ele reconheceu como Senhor. Que convosco vive e reina, na unidade do Espírito Santo.” – (Oficio das Leituras - Oração - São Tomé, Apóstolo)

.

terça-feira, 2 de julho de 2013

Dia 02/07, Visitação da Santíssima Virgem

Neste dia a Santa Igreja festeja a visitação da Santíssima Virgem (que já portava em seu seio puríssimo a Nosso Senhor Jesus Cristo) a sua prima Santa Isabel, que se achava grávida e da qual nasceria São João Batista, o Precursor. Logo após a Anunciação, Maria parte imediatamente para Hebron, ao sul de Jerusalém, para visitar sua prima Isabel e o marido dela, Zacarias. O objetivo desta visita foi levar a graça divina para Isabel e para o seu filho ainda não nascido, João Batista. O fato de São João ter “chutado” quando Maria cumprimentou sua prima é sinal de que ele reconheceu a presença de Nosso Jesus Cristo e, neste instante, foi purificado do pecado original e preenchido com a graça divina. O diálogo travado entre as duas, como preservado no texto de Lucas se tornou parte da oração da Ave Maria – quando Isabel diz «Bendita és tu entre as mulheres, e bendito é o fruto do teu ventre» (Lucas 1:42) Nas igrejas de rito latino da Igreja Católica, a Visitação é o segundo Mistério Gozoso do Santo Rosário.- e do cântico chamado Magnificat – na resposta de Maria em «A minha alma engrandece ao Senhor»(Lucas 1:42) (em latim: Magnificat anima mea Dominum) -, reservado para esta festa é recitado com mais frequência dentro do Oficio Divino .

Magnífica

Magníficat ánima mea Dóminum,
et exsultávit spíritus meus
in Deo salvatóre meo,
quia respéxit humilitátem ancíllæ suæ.
 
Ecce enim ex hoc beátam
me dicent omnes generatiónes,
quia fecit mihi magna,
qui potens est,
et sanctum nomen eius,
et misericórdia eius in progénies
et progénies timéntibus eum.
.
Fecit poténtiam in bráchio suo,
dispérsit supérbos mente cordis sui;
depósuit poténtes de sede
et exaltávit húmiles.
.
Esuriéntes implévit bonis
et dívites dimísit inánes.
Suscépit Ísrael púerum suum,
recordátus misericórdiæ,
sicut locútus est ad patres nostros,
Ábraham et sémini eius in sæcula.
.
Glória Patri et Fílio
et Spirítui Sancto.
Sicut erat in princípio,
et nunc et semper,
et in sæcula sæculórum.
.
Amen.


Epístola
.
Cânticos dos Cânticos 2,8-148.- Oh, esta é a voz do meu amado! Ei-lo que aí vem, saltando sobre os montes, pulando sobre as colinas.9.Meu amado é como a gazela e como um cervozinho. Ei-lo atrás de nossa parede. Olho pela janela, espreito pelas grades.10.Meu bem-amado disse-me: Levanta-te, minha amiga, vem, formosa minha.11. Eis que o inverno passou, cessaram e desapareceram as chuvas.12.Apareceram as flores na nossa terra, voltou o tempo das canções. Em nossas terras já se ouve a voz da rola.13. A figueira já começa a dar os seus figos, e a vinha em flor exala o seu perfume; levanta-te, minha amada, formosa minha, e vem.14.Minha pomba, oculta nas fendas do rochedo, e nos abrigos das rochas escarpadas, mostra-me o teu rosto, faze-me ouvir a tua voz. Tua voz é tão doce, e delicado teu rosto!
 .
Evangelho 
São Lucas 1,39-47
.
39.Naqueles dias, Maria se levantou e foi às pressas às montanhas, a uma cidade de Judá.40.Entrou em casa de Zacarias e saudou Isabel.41.Ora, apenas Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança estremeceu no seu seio; e Isabel ficou cheia do Espírito Santo.42.E exclamou em alta voz: Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre.43.Donde me vem esta honra de vir a mim a mãe de meu Senhor?44.Pois assim que a voz de tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança estremeceu de alegria no meu seio.45.Bem-aventurada és tu que creste, pois se hão de cumprir as coisas que da parte do Senhor te foram ditas!46.E Maria disse: Minha alma glorifica ao Senhor,47.meu espírito exulta de alegria em Deus, meu Salvador.